quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Para quem gosta e quem não gosta de comida japonesa:)

O meu mais recente vício é um restaurante aqui no Parque das Nações (ando muito original nas redondezas das sugestões, hã?:X). Mas bom... Chama-se Nagoya, e segundo me lembro de ver por lá, há mais estaminés da mesma cadeia espalhados por Lisboa.

Mas como eu só conheço este, cá vai: 11,50euros no buffet do almoço, e 14,50 uma espécie de buffet à la carte: não conhecia o conceito, mas basicamente pegamos no menu e vamos pedindo e pedindo até não poder mais. A ambos acrescem os gastos em bebidas, sobremesas e afins.

E porque digo eu no título que é para quem gosta e quem não gosta? É que fala-se em "comida japonesa" e o nosso cérebro: PIMBA! ...associa logo a sushi. Peixe cru. Ewwwww.... A maioria das pessoas não gosta, e a minha pessoa inclui-se nesse alargado grupo. Também eu me deixei ir na onda, depois de muita insistência do AF de que eu até ia acabar por gostar.

Tem lá pelo meio peixe cru, sim. Mas continuo a não gostar e não pedir. Depois tem pecinhas de sushi de coisinhas cozinhadas, ou coisas que estamos habituados a comer cru (gambas -versão cozida ou panada-, delícias do mar, salmão fumado...).

Mas mesmo os que não estão convencidos com esta conversa de "sushi mais apaladado para os ocidentes", deixem-se maravilhar com as carninhas, peixinhos e gambinhas que grelham no momento...os crepezinhos de vegetaise os de gambas...as espetadazinhas de mil e uma coisas boas...o arroz parecido com o chao chao...e pronto. Se mais nada vos agradar, dá para se encherem à grande com essas coisinhas boas:)

Se nem disto gostarem, não tenho mais nada a dizer-vos hoje:P

Mas vejam lá se não apetece...

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

A verdadeira "dica" lifecooler...


...é mesmo o "Discount Book Lifecooler"! Ofereci um ao AF e vamos começar a usá-lo brevemente...

Muitas sugestões giras, com ofertas muito apetecíveis. Vamos lá ver onde este bichinho nos leva:)

Kiss!

domingo, 19 de setembro de 2010

O novo elemento da família:)


Não, não vamos ter um bebé:P Mas temos mais um ser vivo cá por casa!

Demos-lhe o nome de "Bonsai", porque somos super originais, e temos ideias assim brilhantes... (pobre plantinha...mas já teve sorte em darmos o nome do tipo de planta no geral, e não do da espécie, senão ficava "coprosma" - acho que era isto- e é um nome feio, feio!...).

Esta nossa actividade tem sido fofa. Pôr água, pôr ao sol. Admirá-los uns segundos por dia, falar com ele (sim, eu vi num programa qualquer que a vibraçao da voz humana era boa para as plantinhas, por isso falo com ele... :X) e pronto. Basicamente para já é isso...esperar que cresça mais um bocadinho, para depois aprendermos como o tratar, quando precisar de mais cuidados:)

Foi baratinho, e por isso é uma actividade low cost. Mas para os garganeiros, há plantinhas MEGA caras...! Veio do Museu do Bonsai, em Sintra. E claro que nesse dia também marcharam uns travesseiros e umas queijadas:P

*

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Voltinhas pelo Parque Tejo

E para voltar ao esquema low-cost, o que melhor do que sugerir uma voltinha romântica ao fim da tarde?

Seja a pé, de bicicleta [de carro é que perde um pouco a piada], sabe bem, recuperamos a calma e sempre se faz um pouquinho de exercício! Eu e o AF temos dado uns passeios de bike, pelo Parque das Nações e Parque Tejo (que eu não conhecia muito bem, mas é muito giro e aconselho!).

[Mas há uma quantidade industrial de casalinhos melosos, com um ar demasiado apaixonado. Não tenho nada contra a paixão e o amor, pois claro! Mas hoje enjoei-me um bocadinho. Só mesmo um nadinha!:P]

Dá com certeza para matar saudades do Parque da Quinta das Conchas, de que tanto gostava quando estava a morar por lá:) Se for mais perto, dêm também um pulinho... É ali o coração verde da Alta de Lisboa!

Bons passeios!

PS: Como não há fotos tiradas por nós, fica mesmo assim! Beijinhos de limão e chocolate para vocês!:D

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Madeira, Madeira, yeah:P


E pronto. A viagem já passou, mas muitas foram as experiências gastronómicas, culturais e tudo e tudo. Vou tentar relatar o que me ficou mais na memória, com a certeza à partida de que é uma injustiça ir-me esquecer de certas coisas.

Começando pelas comidinhas lá do sítio...

O prego especial no bolo do caco (com batido de morango, que não é especialidade da Madeira, até porque eu própria os faço muito bem...mas para mim batido vai bem com praticamente tudo):
O picado (que segundo aprendi é parecido com o "nosso" pica-pau, mas acompanha com batatas fritas por default):
A lapas (que apesar de serem bicharocos do mar com potencial, apresentam na sua confecção demasiada manteiga para meu gosto...além disso esta foto só mostra as respectivas conchas, shame on me):
O típico refrigerante lá do sítio: Brisa! Provei só de laranja e maçã. Mas há quem diga que maracujá é que é!

Temos também uma bebida que adorei: Nikita. Aparentemente é uma mistura de gelado com sumol de ananás (eu só gostei da versão não alcoólica. A outra acrescenta cerveja). A poncha é demasiado forte para eu gostar. Por fim, os típicos rebuçados de funcho e eucalipto (agora com imensas variações como banana, maracujá, tangerina e tudo e tudo), o bolinho de mel de cana e...e... (Lá está, já sabia à partida que me ia esquecer de algo. É pena é não me lembrar o quê:P).

Em termos de visitas, mil miradouros e mais alguns! Viagens para o infinito da altura e mais além! Estivemos imenso tempo acima das nuvens, pelo que, apesar de à partida ser mais fresquinho, levámos com soleco na cabeça muito do tempo... Visitámos as grutas e centro de vulcanismo de S. Vicente (que adorei, e sempre que falo na Madeira é a primeira coisa que visitei de que me lembro). Passámos pela zona do Rali Vinho Madeira, apesar de termos (ou o AF ter) visto na tv.

Foi giro, MUITO giro:) Apesar das baratas...Sim, elas à noite saem em força. E continuo em pânico sempre que vejo uma... Argh!!!

Beijinhos*


sexta-feira, 30 de julho de 2010

Cinemacity - Experiência VIP:)



Olá caros leitores!

Bem sei que já aqui falámos de cinema, com uma quase publicidade às salas Zon. Pois bem, hoje trago-vos uma relato de uma experiência numa sala Cinemacity. Eu e o AF queríamos experimentar Cinemax, e decidimos ir ao único do país (pelo menos tendo eu conhecimento) no Beloura Shopping. Para maximizar a experiência, decidimos viver a experiência VIP tão aclamada pelo marketing destas cadeias de cinema.

Pois bem, lá demos os 15 euros por bilhete, e lá usufruímos do que tinham para nos oferecer: muitos salgadinhos, tostinhas e pasta de atum, miniaturas de bolos, fruta, refrigerantes, água, pipocas (à descrição! yayyy!!), café... e à bom português, tentámos experimentar de tudo (só não conseguimos mesmo o champanhe: eu porque não gosto e o AF porque...hmmm..porque ia conduzir, pois claro!:P). Claro que Popota como sou, tinha que dar prioridade à parte das papinhas... mas o que é certo é que as cadeiras também são bastante apetecíveis! MUITO almofadadas e com posições controladas por nós. Gostei!

Gostei (gostámos) tanto, que estávamos a pensar repetir amanhã... Mas não há filmes ou que ainda não tenhamos visto ou que queiramos ver em exibição nas salas com este serviço. Snif...

Acho que é uma experiência gira a não perder algures na vida:D

Kiss!*

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Lanches em Lisboa, Ceias em Viseu...



E sei que são sugestões em pontos muito distantes do país, mas um dos lugares frequentei bastante quando morava na Quinta das Conchas, e o outro espero ainda ir lá bastantes vezes. Digamos que em comum têm o facto de ter fotos no meu pc para postar há eternidades, e nunca mais era tempo. Basicamente: é hoje o dia!

A primeira sugestão, é um cafezinho mesmo à entrada do Parque das Conchas, do lado da estação de metro (do outro lado é o Restaurante "O Conchas", que apesar de ter lá vivido anos nunca cheguei a experimentar). E tem bolinhos agradáveis, batidos e sumos naturais fresquinhos (e essas coisas que os cafés costumam ter:X), mas o que melhor me sabia eram as tostas mistas em pão saloio mais a minha pepsi light, tudo com um preço bastante agradável e em quantidade avantajada. Não acham que tem bom aspecto?
A segunda sugestão é em Viseu (essa bela localidade:P), e é um restaurante fast food aberto até tarde, que nos mata a fomeca em horas indecentes. É o Maionese e
é poiso habitual para o meu grupinho de amigos ao Sábado à noite. Tem sandes quentes e frias variadas, hamburgueres, gelados, várias sobremesas, e a piada recorrente do senhor é, depois de já termos marfado tudo o que pedimos, perguntar "Então e agora vai uma francesinha?". Claro que não, já não vai mais nada... Mas ainda um dia hei-de dar uma oportunidade à francesinha deles, que deve ser das únicas coisas que me falta experimentar... [E o batido de morango? Gostooooo:D]
E pronto, a minha alma sente-se mais tranquila, agora que partilhei estas antiguidades de fotos com vocês:)

Bom apetite!


sexta-feira, 9 de julho de 2010

Desabafo



Então não é que no início da semana tentei comprar fruta no Continente ao pé de casa e quase toda (diria que 95%) era fruta importada? Não produzimos fruta suficiente para ser compensador para o Continente vende-la? Será que o Continente mostra uma fachada de solidariedade e responsabilidade social e pouco faz pelos produtores nacionais?

Enfim...

Aqui fica o email que enviei para o Continente. Não espero resposta...

"Boa tarde caros senhores.

Escrevo este email em jeito de desabafo, como tal perdoem-me a escrita nada formal que usarei para descrever uma situação que me desagradou muito.


Tendo me deslocado ao vosso hipermercado Continente situado no CC Vasco da Gama no início desta semana para efectuar algumas compras de última hora, fico espantado com as nacionalidades das frutas que apresentavam para venda. Diria que nessa secção, não deveriam ultrapassar os 5% as que eram de produção nacional! Não me move questões nacionalistas nem coisa do género. Apenas um dever que considero cívico.


Esta situação pôs-me a pensar... Tendo o grupo Modelo-Continente uma imagem caracterizada como orgulhosa das suas origens, com elevada preocupação social, questiono-me qual a razão de preferirem importar as frutas? Cheguei a três hipóteses que considero possíveis:


- O preço junto do fornecedor
- Escassez de produção nacional
- Um misto de ambos


Caso seja a primeira hipótese, tendo em conta os tempos que vivemos em que todos devemos fazer o máximo que podemos pelo país, vocês limitam as vossas preocupações a maximizar os lucros do vosso grupo? Será que a imagem de empresa nacional e preocupada com o futuro de todos nós é apenas assente em publicidade? Falo por mim, mas não me importaria de pagar um valor ligeiramente superior sabendo que esse dinheiro ficaria em Portugal. Penso que não serei o único a pensar assim e, com uma campanha suficientemente clara, não seria o último a ser convencido da vantagem para todos nós dessa decisão. Falo por mim mas preferia "alimentar" a economia nacional desta forma ao invés de aumentos de impostos cegos...


Caso seja a segunda é triste ver que, infelizmente e sejam quais forem as razões, não produzimos o suficiente para nos alimentarmos... Só não explica porque é que ontem o hipermercado Jumbo no Dolce Vita Tejo apresentava um rácio bastante mais favorável para os produtores portugueses.


Preocupa-me esta situação das frutas possa se passar com outros tipos de produto nos vossos hipermercados.
Lamento imenso mas a partir de agora pensarei duas vezes antes de fazer compras nos vossos estabelecimentos. Nada de move contra vocês, mas havendo tanta concorrência, o grupo Modelo-Continente passará a não ser a escolha óbvia.


Com os melhores cumprimentos,
André Rodrigues


PS: agradeço a atenção a quem se dignar a ler este email e, agradeço ainda mais, a quem se dignar responder."


Pergunto: eram capazes de comprar ligeiramente mais caro produtos portugueses sabendo que esse dinheiro ajudaria os produtores nacionais?

terça-feira, 15 de junho de 2010

Made in Home:P

E pronto. Tudo prontinho para o casamento no dia 24 de Junho. Enquanto ainda temos os dedinhos livres de alianças, vamos continuando a curtir a vida e a preencher o nosso próprio Lifecooler.

Antes de mais, partilhamos aqui que já temos casota para habitar. Vamos morar num T1zinho neste condomínio fofo, de nome Metrocity, pertinho do Parque das Nações.

Com casa nova, passam a incluir-se também as nossas receitinhas caseiras. Partilhemos, então, uma das nossas primeiras refeições:

Um franguinho com caril, e uma bananinha com chocolate quente, à moda do showcolate que partilhei aqui no outro dia. As fotos estão feias... (desculpa para o caso de não acharem que tem bom aspecto, e tal. Mas até acho que estava bom. Mas eu sou Popota, não sou muito esquisita:P)

Já experimentámos um restaurante aqui na zona. Mas acho que fica para o próximo post...

Kiss!!*

quarta-feira, 26 de maio de 2010

O lugar onde até as frigideiras vêm por montar...

...mas dá um jeitão quando se está a mobilar uma casinha! [Como transportar o sofá que escolhemos ainda é uma incógnita, mas tenho fé que venha todo dividido aos bocadinhos, ou não fosse (claro está!) IKEA!]


Já temos casinha, e mal esteja habitável contaremos tudo e tudo:P Para já, o próximo passo é ter água. Depois luz. E gás. E Tvcabo/internet. E mobília. Por fim, nós lá!:)


Wish us luckkkk:P*

[Fomos conhecer o novo de Loures! É parecido com o outro cá do burgo...só um bocadinho!:P]

segunda-feira, 17 de maio de 2010

É só para dizer...

... que eu e a adek estamos noivos.

:)

(sim. mesmo de verdade!)

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Só para terem a certeza de que ainda somos vivos:P


Não tenho nada de especial para dizer. Mas como este ficou definido como um blog de partilhas, aqui fica o registo do meu mais recente amor gastronómico:

Gosto com banana...e chocolate de leite! Que coisa deliciosa! Tenho conhecimento da existência destes no Dolce Vita Tejo e no Colombo. Assim de repente não sei de mais, mas como shopping não são propriamente coisas com muita originalidade nas lojas, deve haver um balcãozinho com estas maravilhas em cada centro comercial desse Portugal:P

[E já foram à Feira do Livro? Eu e o AF já. Mas só vimos os livros, mesmo... Mas já está na agenda voltarmos lá para experimentarmos um dos exemplares gastronómicos das roulottes:P Ou uma bifana, ou uma pitta, ou qualquer um dos exemplares de papinha gordurosa que para lá andam. E hei-de descobrir o que são as "porras", que se vendem ao pé das farturas:P]

Boas papinhas e leituras!

XOXO*Adek

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Fotos de papinhas em atraso:P

...E porque hoje jantei sozinha, jantei cedo. E como jantei cedo, agora já estou com alguma fomeca! E alguns de vocês não sabem, mas eu às vezes sacio-me só a ver comida. Por isso, nada melhor do que partilhar com vocês as ilustrações prometidas da comida Madeirense d'"O Bacano" gentilmente cedidas por Ms Mandy Moore! Babem-se:



E já que estamos a falar de coisas em atraso, fica aqui também o registo da minha segunda vez a comer comida nepalesa, desta vez no Monte Everest, com a óptima companhia de vários amigos, alguns seguidores do blog:D Comi franguinho com cogumelos (com o receio de ser algo demasiado estranho pedi um prato do mais normalzinho que há) mas o tempero é mesmo tudo! Adorei:D (Para mais fotos, vão ao Facebook da Geminha:P)


E pronto... Estou oficialmente saciada! E é melhor ir para a cama, para não me dar a fome outra vez:P
Beijinhos saciados!*


quarta-feira, 14 de abril de 2010

Tudo o Que Temos Cá Dentro


Boa noite, caros seguidores.

Apraz-me ver que temos mais uns quantos seguidores neste cantinho que nem sempre merece a minha atenção no pouco tempo livre que tenho disponível. Reparo também que o número de comentários decresceu bastante desde os primeiros posts. E claro que isso é responsabilidade minha... Prometo que farei os possíveis para comentar de volta tudo o que me seja dirigido. Desde já apresento as minhas desculpas.

Ultrapassado isto, escrevo-vos sobre algo que, não sendo um espaço físico, é uma realidade para onde apenas alguns livros nos transportam. E o último desses livros tem por título "Tudo o Que Temos Cá Dentro" do Professor Daniel Sampaio.

É difícil para mim, que não sou de todo um primor de expressão escrita, descrever as emoções que este livro me trouxe. Digamos que é daqueles livros que nos põe no lugar de pessoas como todos nós, com problemas, que todos os dias deslizam por esse Mundo e que passam despercebidas. A quantidade de vezes que pensamos resolver algo complexo com conselhos paternalistas e um punhado de lugares-comuns... Todos nós acabamos por abarcar todo o Mundo que nos entra pelos olhos. E, como tal, não há apenas um Mundo...

Voltando ao livro. Conta a história baseada num caso clínico real de um rapaz que procura catalisar o suicídio de uma pessoa (amiga? namorada? o que foi ela para ele?) e para o qual procura respostas, qual detective da própria alma... Isto com a ajuda do Psiquiatra Daniel Sampaio que nunca lhe aponta um caminho, demonstrando apenas que alternativas existem. Toda a trama acaba por desembocar num problema familiar mais complexo que necessita da atenção e da ajuda de todos para ser resolvido.

É um livro já antigo mas que se mantém actual no seu conteúdo. Aconselho vivamente.

(E assim abro este blog para falar de sítios para onde somos transportados...)

Listening: Alexi Murdoch - Song for You

terça-feira, 13 de abril de 2010

To be continued... :P


Muitos ovos kinder depois...


Uma pulseira Pandora e muitas pecinhas depois...


Muitos beijos e abraços depois...


Muitos sorrisos e olhares apaixonados depois...


Uma guitarra depois...


Muitas buscas de mãos no escuro do cinema depois...


Muitas conversas sobre os nossos sonhos depois...


Muitos passeios por aí depois...


Muitas indecisões sobre o que fazer em "dates" depois...


Muitos pequenos gestos que revelam o quanto gostas de mim depois...


Uns dias de blog em conjunto depois...


Um ano depois...


...cá estamos nós para mais um, right?


Faz hoje um ano que, de forma um pouco inesperada, o nosso namoro começou. E foi bom. Muito bom. E ainda está a ser. E espero que seja por muito tempo...


E não se venham queixar que este post está lame. Está, sim. Mas hoje não faz mal:P


[E hoje fica uma foto nossa...literalmente:P E eu acho que ficamos muito bem juntos]

sábado, 3 de abril de 2010

Divina Pizza

Boa tarde!


Antes de mais peço desculpa pela falta de actualização do blog ao que a mim me diz respeito. Sem querer arranjar desculpas para com o principal culpado (eu) tenho vindo a ter problemas com a net que nem sempre me permite estar online.


Desculpas de parte, escrevo este post para vos falar da melhor Pizza (sim, com maiúscula) da zona de Lisboa (pelo menos das que conheço).


Localizado nas Colinas do Cruzeiro, Odivelas, encontramos o restaurante "Divina Pizza". E que nome tão apropriado...


Os pãos de alho que em nada de parecem com os que conheço das outras pizzarias - servidos num tipo de massa muito neutra de sabor o que permite os ingredientes frescos tomar todo o protagonismo.


Mas a "pièce de résistence" são as pizzas! Nunca conheci uma pizzaria onde se conjuge tão bem a quantidade e qualidade. Grandes (uma pizza de maior tamanho alimenta 3/4 pessoas), com ingredientes muito frescos e uma massa em que se nota todo o toque artesanal da confecção.




Não é propriamente barato mas tem a melhor relação preço/qualidade que conheço. Considero que o único defeito é não estar melhor localizado. Tudo o resto é 5 estrelas.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

E lá fomos nós até aos Karts... (mas só andou o AF). Ficar a ver também é giro:X

Boa tarde!

Para quem não sabe, eu e o AF estamos aqui pela minha terrinha, Viseu, de férias:) E sabe tão bem! Acordar ao meio-dia, tomar banho, almoçar, tomar café, ir ao cinema, lanchar, ver "Friends", jogar wii, jantar, ver tv, ver "Friends", cear, dormir, acordar...

Mas no meio de uma agenda tão cheia, arranjo um bocadinho para vir partilhar convosco algumas das nossas experiências. Eu também fui, por isso apesar de não ter andado, também conta. O Kartódromo de Vila Nova de Paiva (que também tem um blog!) é muito jeitoso, e eu teria andado também, não fosse o meu trauma antigo com o acidente no Kartódromo do Day After (e o espírito poupador da minha pessoa... É que já não é uma experiência bem BEM Lifecooler dos pobres:P Já é preciso ser assim...classe média!).

E agora a novidade... Não tenho foto, mas tenho algo bem melhor. Um vídeo! Estão orgulhosos? Nunca cheguei a perceber bem qual deles era o AF, mas conta a intenção... Cá vai:

video

Beijinhos e bons dias de descanso, se for o caso*

terça-feira, 30 de março de 2010

Cheirinho a Madeira:)

Féééériasssss! Com IMENSA chuva! Uh uhhhhhh:)

Temos tido muitas "experiências", mas vou registar aqui uma de já há uns 2 fins de semana. Não foi a primeira vez que lá fomos, mas soube muito bem revisitar o restaurante "O Bacano", em Mem Martins. Eu já lá fui algumas vezes provar o franguinho, o arroz de legumes, as sobremesas maravilhosas (foi onde aprendi a fazer a mousse de limão), mas com o AF fomos duas vezes, sempre ao Domingo. É que neste dia da semana, é dia de comida madeirense! E como me quero ir habituando para Agosto, que é quando lá vamos, soube bem. Para o AF foi mais matar saudades, porque viveu lá uma eternidade:P

Então empanturrámo-nos de espetada à madeirense, batatas fritas, arroz, batata doce (gosto tanto!) e milho frito. Quando me falaram no milho frito, imaginei uma maçaroca passada pela frigideira. E sinceramente não fiquei muito atraída pelo conceito. Mas é antes algo assim:

Como podem adivinhar, mais uma vez não houve fotos para ninguém! Arggghh que não aprendemos a não nos esquecer disso! Mas com tamanhas iguarias, a preocupação era começar o banquete, as fotos que esperassem. Não nos podem censurar, right?

[De qualquer forma, Mandy, esperamos as fotos prometidas! Este post precisa de ilustração decente!]

Dica "Lifecooler dos pobres": arranjem amigos cujos pais tenham um restaurante bom, e aceitem convites para ir lá de vez em quando:P Melhor relação qualidade-preço não há! eheh - Thanks pelas belas papinhas, Mandy & parents!

Kiss!

sexta-feira, 19 de março de 2010

Cozinha para dois:)


Pois é... O AF ofereceu-me este livrinho (tem cores parecidas com as do layout do blog e tudo) para uma das maneiras de comer bem, de uma forma em conta e bem divertida: cozinhar por casa!



Na verdade, quando é para cozinhar, prefiro estar apenas por minha conta, com toda a liberdade. Mas pela companhia do AF no meio das panelas, acho que até abro uma excepção. E como muitas vezes o que falta são ideias originais e saudáveis, é sempre bom ter publicações destas à mão.


[Dica "Lifecooler dos pobres": Parece que até foi comprado numa feira do livro e tudo! Mas ao que tenho percebido também se encontram receitas muito agradáveis na net. E realmente mais barato do que isso não dá.]


Beijinhos e bom fim-de-semana:)*


PS: Na imagem que pus parece amarelo e verde. O livro que tenho aqui à minha frente e me deu ideia para este post tem MESMO as cores do layout do blog. Mas lá está... Parece que ainda não é desta que pomos fotos tiradas por nós. É que ainda não tenho o Bluetooth a funcionar, depois da formatação ao pc. Perdoam-me mais esta, right?:P

sábado, 13 de março de 2010

Cinemas

Boa tarde pessoal.

Era para comentar o post da adek mas preferi criar um novo que vem na sequência do mesmo.

Aqui fica uma análise empírica e, como tal, bastante subjectiva sobre algumas salas de cinema de Lisboa e Viseu.

Antes disso vão notar que grande parte delas são salas pertencentes à cadeia Zon/Lusomundo (ZL) por 3 razões que considero fundamentais:

- relação preço-qualidade com os descontos torna-se imbatível
- a grande variedade de filmes
- salas bem equipadas, sendo raras as salas ZL onde não gostei da imagem e/ou som.

Como contra, tenho pena que não apostem em filmes que não tenham potencial de "blockbusters".

Aqui vai a lista. Temo ter me esquecido de algumas mas apelo à memória da adek para me ajudar.

- Amoreiras Shopping (ZL) - Grande Lisboa - algo obrigado a ter de ir ver um filme às Amoreiras já que o mesmo não se encontrava em mais nenhum cinema da cadeia na zona da Grande Lisboa, arrependo-me solenemente de o ter feito. O filme não ajudou (até foi bastante fraquinho e gorou todas as expectativas) mas a sala é indescritível. Para ajudar à festa, ainda tive de pagar uma sobretaxa de sala VIP para poder ter a oportunidade de ver um filme projectado numa tela pequena (pouco mais do que o triplo do tamanho de uma tela de home cinema), ver ainda a nuca da pessoa que estava à minha frente (claramente a sala não tem qualquer tipo de inclinação), o projector que estava ao nível tecnológico do resto da sala e, finalmente, a qualidade acústica miserável!
Correndo o risco de ser injusto para as outras salas do complexo, só com uma muito boa razão voltarei aos cinemas do Amoreiras Shopping.

- Oeiras Parque (ZL) - Grande Lisboa - tem como principal vantagem a relativa pouco afluência de público que um CC mais ou menos deslocado da cidade de Lisboa permite. Menos gente, menos confusão, menos barulho, melhor escolha de lugares. No entanto quando lá fui acabei por ver o grande hit do momento e a sala, como não podia deixar de ser, estava cheio de teens. Isto na ultima sessão do dia! Claramente pareceram-me cansados de tentar arranjar bilhete noutros cinemas que esgotavam com várias horas de antecedência para ver o "New Moon". Felizmente todos se comportaram à altura "solene" que uma ida ao cinema obriga, fazendo muito pouco ruído. Ou eram todos bastante educados ou simplesmente adormeceram...
Sala de bom tamanho, imagem e som regular.

- Colombo (ZL) - Grande Lisboa - regra geral evito idas ao Colombo. As confusões com a quantidade de gente que para lá aflui são mais do que conhecidas para os habitantes e visitantes habituais de Lisboa. Acabo por me deslocar lá pela existência de filmes que não se encontram noutros complexos da cadeia. Exemplo actual: "Precious". A qualidade das salas varia bastante, havendo algumas que são sub-par e outra de boa qualidade. No entanto nenhuma delas chega perto da qualidade de 2 salas de cinema preferidas do autor do post.

- Odivelas Parque (ZL) - Grande Lisboa - quando pretendo ver um filme descansado, em que a qualidade da projecção não seja vital (Avatar anyone?), com pouca gente e sem pagar estacionamento, esta é a escolha mais recorrente. Como fica relativamente perto (de carro) de casa da adek e da minha, acaba por se tornar em mais uma vantagem. Salas de qualidade regular.

- Forum Viseu (ZL) - Viseu - a opinião é parecida com a do Odivelas Parque. Apenas muda a cidade e a forma de deslocação (10 minutos a pé). Ah! Também não fica perto da minha casa. :P
Evita-se a confusão do...

- Palácio de Gelo (ZL) - Viseu - regra geral evito. Apenas é uma solução quando tem algum filme em cartaz que não existe no Forum. De resto (salvaguardando as devidas distâncias e quantidade de gente) diria que o Palácio de Gelo é o Colombo lá do sitio.

- Cinemateca Portuguesa - Grande Lisboa - É um crime que só por uma vez tenha lá ido! Espero que durante este ano isso seja corrigido. De resto, todas as inferioridades técnicas a nível visual/sonoro são mais do que colmatadas com o glamour da Cinemateca. Define tudo o que uma ida ao Cinema (com C maiúsculo) devia traduzir hoje em dia.
Bilhetes baratos e bons acessos (a poucos minutos a pé do Metro da Avenida/Marquês do Pombal) fazem desta instituição um ponto obrigatório entre os curiosos de cinema e os cinéfilos mais aguerridos. Cartaz com primazia para filmes clássicos.

- Alvaláxia (ZL) - Grande Lisboa - E chegamos aquilo que considero as melhores salas de cinema que já tive oportunidade de sentar o rabo. Esqueçamos por momentos as salas das pontas. Esqueçamos as salas com qualidade digital de altíssima qualidade. Quero me concentrar apenas nas salas 3 e 4.
Salas gémeas, cada uma delas com mais de 300 lugares, permite um visionamento perfeito da tela enorme (sim eu sei que não é como a IMAX do Beloura, mas "bear with me"), pois as salas raramente enchem. A qualidade de som salta aos ouvidos e o binómio tela/projector apresenta alguns dos contrastes mais perfeitos que já vi numa sala de cinema. Nota-se claramente que estão ali investidos vários milhares de euros e isso é bom. Aquelas salas fazem-me sentir que a ZL quer me dar prazer ao ver o filme. Acrescento ainda que o publico em geral conhece pouco os cinemas do Alvaláxia preferindo se deslocar a um qualquer CC conhecido da Grande Lisboa. Que assim se mantenha por mais uns tempos, pois permite que, regra geral, o publico que vai ao Alvaláxia vai para ver cinema. E isso é uma parte vital da boa experiência cinematográfica.
Acrescente-se ainda que, com jeitinho, consegue-se estacionar no túnel e, assim, poupar dinheiro no estacionamento. :) Assim não fujo ao tópico de "Lifecooler dos pobres"...

Concerteza que muito ficou por dizer e mais salas ficaram para descrever... Mas aqui fica a minha opinião sobre os locais onde ver cinema, experiência essa que se tornou viciante desde que conheci a adek - uma cinéfila de muito bom gosto. :)

Venham de lá as vossas opiniões e sugestões.

Beijos e abraços,
André Filipe

Um filme... Dois filmes...Três filmes...


Não me parece que este post vá trazer alguma novidade a alguém, mas trata-se de um dos temas que mais tempo ocupa ao casalinho que sou eu e o AF. Filmes, filmes, e filmes... [E também vimos a Cerimónia dos Oscar juntos, não somos fofos? Foi a primeira vez do AF, e das piores que já vi. Será que foi ele a dar azar?] Então aqui vai a lista (aproximadamente) decrescente de gastos para ver filmes:


1 – Cinema Não Zon, bilhete completo ou com desconto de cartão de estudante/cartão Jovem

2 – Cinema Zon com bilhete completo ou com desconto... blá blá...

3 – Cinema Zon com Cartão de Crédito Millenium: 2 bilhetes pelo preço de 1 (sim, só abri conta para o ter, e basicamente custa-me 3,5euros mensais. Mas com a quantidade de vezes que vou ao cinema compensa! Nas condições dizem que é até Junho/2010, mas há anos e anos que andam a renovar a promoção... Como as mensagens grátis para TMN do Moche! Também iam acabar... Yeah, right!)

4 – Cinema Zon com MyZonCard (aparece em 4º lugar, mas é sempre discutível, porque no fundo temos que ter a mensalidade da tvcabo paga pelo menos durante um ano). Este já todos sabem o que faz, não é? Aquilo do "não era a mesma coisa" e tal...

5 – Cinemateca… Ai a cinemateca! Dos lugares mais mágicos para ver um filme:D E bilhetinhos a preço de saldo, para a experiência que vivemos. (Vai passar o "Alice in Wonderland" da Disney lá, no próximo dia 20, Sábado, para quem quiser uma alternativa ao do Burton). Óbvio que estou a referir-me a Lisboa, mas quase todas as cidades têm um Cineclube fofinho que faça a vez das exibições deste género! Posso referir o Cineclube e o Teatro Mirita Casimiro em Viseu, o CineTeatro da Covilhã e mais sugestões que venham desse lado, por outras paragens:)

6 – Comprar DVD’s ou BlueRay’s e ver no conforto do lar (com a minha tv Full HD nova:D E o AF ainda tem uma maior!)

7 – Nas nossas respectivas casotas, pagando os canais TvCine (os outros da grelha básica também passam qualquer coisinha decente, de vez em quando)

8 – Se tivermos a SORTE de ter AZAR com o serviço da Zon, ter reclamado por isso, e ter recebido uma anuidade grátis dos canais TvCine (da próxima vez que a box falhar, espero que dêm a Sport TV XD) esta também é uma opção bastante económica!

9 – Alugar filmes (onde vou alugar agora? ONDE? Em Viseu alugava num Club de bairro =» fechou… Em Lisboa na Blockbuster =» fechou…E aqueles saldinhos de filmes que faziam, que tanta saudade deixaram!) Temos sempre os videoclubes dos serviços por cabo, claro...Mas...!

10 – a forma mais económica, todos sabemos qual é: “Alugar” da Internet…If you know what I mean… :X (Inventámos esta expressão há uns tempinhos). Mas não façamos isso, que é feio:P (Já com as séries é outra história! Se alguém souber de alguma maneira [bonita*] de estar up-to-date, por favor, informem-me!)

As nossas opções costumam cair quase invariavelmente sobre a 3 e a 4... Shame on us, que nos últimos meses apenas uma vez seleccionámos a 5! Quanto à 10 não me pronuncio...


[*bonita=legal]


Beijinhos achocolatados, como o leite que vou beber agora antes de ir dormir;)
Adek

quarta-feira, 10 de março de 2010

Franguinho de Moscavide

Ora muito boa tarde!

Escrevo para colmatar uma enorme injustiça. Não é que descrevi pormenorizadamente a história de origem do blog, mas quando me referi no primeiro post ao tema deste, descrevi-o apenas como "uma sandes rápida"? Pois era uma sandes. E foi rápido. Mas "sandes rápida" é deveras redutor!

O AF levou-me a experimentar uma iguaria das memórias de infância dele: uma sandes de frango da Casa de Frangos de Moscavide! Experimentámos no Dolce Vita Tejo (bem pertinho de Moscavide, portanto...) e conheço bem outra junto à Estação do Oriente. Mas segundo sei não é propriamente raro dar-se com uma:P Mas a sandocha com frango a sério, assim às "postas" ("frango às postas" parece-me bem!) é yami! Nada dessas pastas, que eu nem sei bem se são de frango, atum ou delícias do mar porque são todas iguais. E como a minha pessoa adora frango de todas as maneiras e feitios, foi uma boa experiência.

Outra coisa positiva, é que provavelmente nunca encontraremos melhor exemplo de "Lifecooler dos pobres" do que este! Baratinho, baratinho! E bom, BOM!! (será que só vamos conseguir falar de frango por aqui?)

Beijinhos com chocolate branco, que eu hoje sinto-me muito doce:P


PS: Este post não leva foto, porque combinámos que iamos tentar ilustrar o blog com fotos tiradas por nós. O AF já cumpriu no post anterior, por isso não vou pesquisar uma imagem qualquer de sandes de frango no Google para pôr aqui. Fica com menos cor e peço desculpa por isso. Ou então ponho cor assim e há-de servir, right?

terça-feira, 9 de março de 2010

Restaurante Chili's


Localizado logo à saída da estação do Metro de Telheiras, encontra-se este restaurante pertencente a uma grande cadeia de restaurantes norte-americana. Mas se julgam que por lá vão encontrar fast-food, desenganem-se, caros bloggers.

(- Aos vegetarianos: não leiam a partir daqui, se faz favor -)

Desde os suculentos e grandes hamburgers aos Buffalo Wings há de tudo para alimentar o carnívoro dentro de nós. Consta que também por lá há peixe, que nunca provei mas já ouvi dizer que é bastante bom. Mas o grande prato é mesmo a Grilled Chicken Sandwich, sobretudo o molho que a acompanha.
Espaço alegre e acolhedor, serviço que varia entre o menos bom e muito atencioso (depende muito de quem nos calhar a servir), relação preço-qualidade muito boa.

(- Aos vegetarianos: podem passar a ler outra vez -)

Mas perguntam vocês: "o que torna este espaço tão especial?" (espero que não perguntem algo do tipo "quem me devolve os minutos de vida que perdi a ler este blog?").
Foi o primeiro restaurante onde eu e a adek almoçamos, está quase a fazer um ano! Nenhum de nós já lá tinha ido e, na busca de um local para comer, acabamos por parar o carro relativamente perto do Chili's e por lá almoçamos.
E, não sei se foi por estarmos visivelmente apaixonados e encantados um pelo outro, ou se foi porque o restaurante é mesmo bom, criamos uma tão boa impressão do sitio que ainda hoje é um local recorrente dos nossos almoços e jantares. E como cada vez que lá vou recordo esse primeiro almoço com uma feliz nostalgia, transforma-se num bónus a favor do Chili's.

Mais informações sobre o Chili's aqui.

Que locais guardam vocês na memória para este tipo de coisas?

Beijos e abraços,
André Filipe

1º Post meu

Olá pessoal! (até parece que somos muitos, nesta data...)

Vou usar este meu primeiro post (qual será o português pós acordo ortográfico para "post"? Posta? Poste?) para tentar deixar claro o porquê da existência deste blog.

1 Nome - Isso já ficou explicado no post da adek. Um misto de nonsense com lameness dá nisto. Ficaria uma bela private joke não fosse o post da adek... Fica uma private joke de todos os que partilham este espaço, combinado?

2 Razão de existência - Após um certo e determinado jantar, senti-me deslocado por ainda não ser responsável por um blog. Como em quase tudo na vida, tenho o costume de entrar nas novidades quando elas estão a começar uma fase de decadência. Não me admiro que daqui a 2 anos este seja um dos 5 blogs existentes em Portugal porque entretanto a Google lançou a "the next big thing" e já toda a gente descobriu menos eu! Isto de um gajo que trabalha nas TI's tem muito que se lhe diga...

3 Âmbito - Da minha parte, e para ser algo diferente do típico "vou partilhar com todo o mundo as minhas inquietações diárias" (nada contra, atenção! não quero alienar colegas bloggers nesta altura do campeonato!) servirá de pequeno canto para partilhar convosco os sítios onde me sinto bem. Coisas tão dispares como restaurantes e bares, cinemas e teatros, terrinhas e cidades, trilhos e estradas, centros comerciais e lojas de rua, hotéis e estalagens... Tão a ver a cena? Nas palavras da adek, será o nosso lifecooler dos pobres.

4 Actualizações - Comprometo-me a actualizar o blog sempre que tenha tempo e haja algo que deseje partilhar convosco. Nem sempre terei o tempo necessário e/ou nem sempre terei algo interessante para contar. Mas não me esquecerei do blog e de quem o segue. (Ajudava bastante se tivesse um Blackberry para poder actualizar o blog quando estivesse longe do PC de casa... *wink wink*)

E pronto... ficam aqui algumas coisas que precisava de esclarecer antes de avançar para o primeiro post sobre um sítio que tem o seu quê de especial para mim e para a adek. Espero ainda hoje conseguir escrever sobre ele.

Beijos e Abraços,
André Filipe

edit: esqueci-me de dizer que em breve vou tratar deste layout...

Limão e Chocolate? Chocolate e Limão?

13/04/2009: Adek e AF tornam-se um casal. O casal mais cute de sempre, na nossa própria perspectiva. E passam a divertir-se muito juntos. (Mas não são lame...nada lame!)

07/03/2010; 15h30: Adek e AF almoçam juntos uma sandes rápida e em seguida sentem vontade de algo doce.

07/03/2010; 15h35: Adek come uma fatia de tarte de limão e AF um pedaço de bolo de chocolate.

07/03/2010; 15h45: Adek e AF dão um beijinho, e Adek tem a brilhante ideia de dizer "Oh! Um beijinho com sabor a limão e chocolate!" (Mas Adek não é lame....nada lame!)

07/03/2010; 15h46: Adek e AF acham que "Beijinhos de Limão e Chocolate" era um bom nome para um blog. E decidem criar os dois um blog. (Mas não são lame...nada lame!)

08/03/2010; 23h30: Adek pede opinião à amiga Lua sobre o nome do blog. Depois dos "Beijinhos", ficará melhor "Chocolate e Limão" ou "Limão e Chocolate"? Ela segue a decisão da Lua.

08/03/2010; 23h33: Adek e AF criam o blog. Com aquela forma automática de que o blogger dispõe. E fica simples. Mas simples a puxar para o feio. E decidem que a mudança do layout fica para depois. Porque escrever o primeiro post é que é a parte importante!

E aqui está ele!

09/03/2010: 00h28: Adek procura uma imagem para ilustrar o primeiro post e percebe que afinal há quem discorde da decisão da Lua quanto à ordem de palavras que soa melhor para o título:


E fica a promessa de que isto não vai ser lame...nada lame!

Beijinhos com sabor a limão&chocolate ou chocolate&limão, como preferirem:)